Em Altamira, 35 mil eleitores ainda não realizam o cadastro biométrico

5

O cartório eleitoral de Altamira faz em média 250 atendimentos por dia. Até agora 51%, dos 72 mil eleitores já realizaram o cadastro, mas a procura continua abaixo da meta estipulada. Em Altamira, cerca de 35 mil pessoas ainda não fizeram o cadastro da biometria
No município de Altamira, no sudoeste do Pará, quase 35 mil pessoas ainda não fizeram o cadastramento biométrico na região. A procura é considerada baixa, faltando pouco mais de três meses para o fim do prazo estabelecido pelo Tribunal Regional Eleitoral.
O cartório eleitoral de Altamira faz em média 250 atendimentos por dia. Até agora 51%, dos 72 mil eleitores já realizaram o cadastro, mas a procura continua abaixo da meta estipulada. Foram marcados também, mutirões de atendimentos para que sejam feitos os cadastros de eleitores que vivem em localidades distantes da sede do município, como é o caso do distrito de Castelo dos Sonhos que fica a mais de 1100 quilômetros de Altamira.
Segundo o TRE, no distrito vivem cerca de 12% dos eleitores, quase oito mil pessoas. A metade ainda não fez o cadastramento biométrico. O TRE informou que no período de 4 de março a 5 de abril, vai até o distrito realizar o cadastramento. Os eleitores de Cachoeira da Serra, localidade próxima ao distrito também terão a oportunidade de fazer a revisão do título.
Os moradores de vilas que ficam em regiões isoladas, receberão o mutirão a partir de 8 de abril. Caso o não comparecimento o eleitor terá o título cancelado e o CPF bloqueado, além de ser prejudicado em diversos benefícios sociais.