Projeto quer garantir a compra de produtos da agricultura familiar para a merenda em escolas no interior do PA

3

A lei prevê que 30% dos produtos tenham origem da agricultura familiar. Promotoria reúne com prefeituras para discutir o assunto. Promotoria quer produtos da agricultura familiar na merenda em escolas no interior do PA.
Reprodução/TV Integração
A promotoria de Justiça da 5ª Região Agrária quer implementar a obrigatoriedade mínima de compra de 30% de alimentos da merenda escolar com origem da agricultura familiar no interior do estado. Uma reunião nesta quarta-feira (13) abordou o projeto, intitulado “Observatório da alimentação escolar sustentável”, com as prefeituras de Xinguara, Redenção, Sapucaia e Rio Maria.
A promotora Herena Melo conta que esta primeira reunião é para orientar e entender as dificuldades enfrentadas pelos municípios para cumprir a meta exigida pela lei. “Um dos objetivos é o acesso a uma alimentação saudável, com foco na redução da evasão escolar e melhora na absorção do conhecimento, além de estimular a produção agrícola local”, explicou.
Na reunião, foram apontadas diversas fragilidades, entre elas a necessidade de oferecer orientação técnica para agricultores como, por exemplo, obter o selo de inspeção municipal. Outra questão foi a criação de hortas comunitárias.
A promotora Melo disse que os secretários e as equipes precisam levantar os itens produzis em cada municípios e só depois definir o cardápio da merenda.
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326