Conheça o mercado das construtechs

7

A construção civil é um termômetro da economia, mas por ser um setor tradicional, tem um dos piores índices de produtividade em evolução de tecnologia. É aí que entram as construtechs. Conheça o mercado das construtechs
A construção civil funciona como um termômetro da economia. Se o setor vai bem, é sinal de que o país está em ritmo de crescimento. Essa indústria emprega quase 7 milhões de pessoas, mas tem pouca inovação tecnológica.

“É um setor tradicional, um dos piores índices de produtividade em evolução de tecnologia. Segundo pior setor de adoção de tecnologia no mundo todo. Isso faz com que o discurso junto a essas empresas, junto a esse público, seja desafiador”, diz Bruno Loreto, CEO da aceleradora Construtech Ventures.
É importante o trabalho das contrutechs, que são as startups que levam soluções de tecnologia para o setor de construção civil. O Brasil tem 562 construtechs, segundo aceleradora Construtech Ventures. A maioria atua no mercado imobiliário, com a venda e locação de imóveis. As demais se dividem entre os setores de uso de imóveis, que abrange a manutenção e decoração predial, obras e execução da construção e projetos e financiamentos.
A construtora do empresário Henrique Suassuna, por exemplo, atua em Pernambuco há 10 anos. Em 2018, a construtora contratou os serviços da startup do Alyson Barbosa, que faz cotação de preços de materiais para o setor. A ideia surgiu no final de 2013, na universidade.
Com o serviço oferecido pela construtech do Alyson, hoje o tempo de atendimento entre o dia do pedido de um produto e a efetivação, vai de 2 a 4 dias, no máximo. O serviço antes levava uma semana.
A construtora solicita o que ela precisa e a startup devolve o quadro de concorrência completo, com fornecedores, preços, marcas, condições de pagamento e condições de frete. O sistema criado pela startup localiza qualquer fornecedor que tenha uma página na internet. Na hora de fazer a cotação de um cliente, ele procura as lojas mais próximas, utilizando geolocalização para ver quem pode atender mais rápido e com melhores preços.
Para usar a plataforma, a construtora paga mensalidade de R$ 349. Hoje, a startup atende 30 construtoras em cinco estados: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Bahia e São Paulo. A ideia é levar essa inovação para os canteiros de obras de todo país.
CONSTRUTECH VENTURES
Av. Luiz Boiteux Piazza, 1302, lotes 87,89 – Cachoeira do Bom Jesus
Florianópolis/ SC – CEP: 88054-700
Telefone: (48) 3027-8000
Email: ecosystem@construtechventures.com.br
Site: https://construtechventures.com.br/
COTEAQUI
Av. Guararapes, 283 – 7° andar – Santo Antônio
Recife/PE- CEP: 50010-000
Site: www.coteaqui.com.br
e-mail: contato@coteaqui.com.br
SUASSUNA FERNANDES ENGENHARIA
Rua Jacó Velosino, 290 – 13° e 14° andar – Casa Forte
Recife/PE – CEP: 52061-410
Telefones: (81) 3269-9006/ (81) 99648-0550
Site: www.suassunafernandes.com.br