Índice de vendas no varejo da Cielo recua 0,7% em março

15

Segundo indicador, resultado foi mais fraco que o dos últimos meses de 2018 e início de 2019. As vendas no varejo brasileiro recuaram 0,7% em março ante igual mês de 2018, descontada a inflação, no pior resultado em meses, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), que acompanha 1,4 milhão de pontos de vendas ativos credenciados à empresa de meios de pagamentos no país.
Em termos nominais, que refletem a receita de vendas de fato observada pelo varejista, o ICVA registrou alta de 4% na comparação com o ano anterior, conforme dados divulgados nesta segunda-feira.
De acordo com a Cielo, o resultado do mês foi impactado negativamente pelo calendário, intensificado principalmente pelo Carnaval, que neste ano caiu em março contra o do ano passado, que ocorreu em fevereiro.
“O resultado de março chama atenção, mas é bem menos negativo do que parece. Os grandes destaques deste mês foram o Carnaval, jogando as vendas para baixo na comparação com o mesmo período do ano passado, e a inflação, que acelerou”, comentou Gabriel Mariotto, diretor de Inteligência da Cielo.
“De qualquer forma, mesmo desconsiderando estes efeitos, o resultado foi mais fraco que o dos últimos meses de 2018 e início de 2019”, destacou.