Wesley Safadão volta aos tempos da brilhantina para promover o single ‘Igual ela só uma’

14

Há dois anos, Wesley Safadão entrou no clima da década de 1950, a convite da Ivete Sangalo, na filmagem do clipe da música À vontade (Ivete Sangalo, Gigi e Radamés Venâncio, 2017), gravada pela estrela baiana com a participação do cantor cearense de forró. A inspiração assumida foi a estética retrô do filme norte-americano Grease – Nos tempos da brilhantina (1978), ambientado naquela década.
Safadão parece ter gostado da experiência de recriar em vídeo aquele tempo de romantismo e azaração mais (ou menos) comportada.
Na primeira música lançada pelo artista após o álbum WS mais uma vez (2018), Igual ela só uma, o cantor evoca similar estética retrô no clipe dirigido por Mess Santos e lançado simultaneamente com o single gravado com produção musical de Rod Bala. A diferença é o clima, mais dançante e frenético no clipe de Ivete.
De autoria dos compositores Renno, Junior Gomes, Thales Lessa e Hiago Nobre, a música Igual ela só uma – já cantada há algum tempo por Safadão em shows, mas até então inédita em disco – propaga fidelidade e romantismo à moda antiga, mas na batida contemporânea do forró eletrônico típico do repertório do cantor.
Protagonizado por Safadão com o trio de atores Bruna Hamú, Carol Oliveira e Nando Rodrigues, o clipe de Igual ela só uma apresenta cinema no estilo drive-in, carros antigos e penteados que aludem aos tempos da brilhantina. Déjà vu.

Editoria de Arte / G1