Canção vencedora do Oscar 2019, ‘Shallow’ ganha versão tecnomelody no Pará

52

Cantora Viviane Batidão compôs letra para a versão paraense do sucesso de Lady Gaga. Cantora Viviane Batidão criou versão tecnomelody de “Shallow”
Arquivo Pessoal/ Viviane Batidão.
A música Shallow, que a cantora Lady Gaga fez para o filme “Quando Nasce uma Estrela”, venceu o Oscar 2019 e ganhou uma versão em tecnomelody, ritmo eletrônico do brega paraense. A tradução foi composta pela cantora Viviane Batidão após pedidos dos fãs da música no Pará.
“Eu anunciei domingo [nas redes sociais] que ia fazer a música e recebi muitas mensagens! Tive que me virar no outro dia, porque as pessoas começaram a me cobrar a música. Então, compus a minha versão, fui pro estúdio e meti a voz. Mandei pro DJ Junior Vidal, que é quem vai finalizar”, conta a cantora, surpresa com a repercussão do trabalho.
Viviane postou nas redes sociais prévia da canção. Música será lançada ainda esta semana.
Para ela, foi uma grande responsabilidade fazer esta versão de uma música que virou um hino em todo mundo. “É uma responsabilidade fazer uma versão dessa premiada música, de superação para a Lady Gaga. Falei pro DJ Betinho no estúdio que eu cantava e me arrepiava. Usei coisas que a gente quase não usa melody, onde a voz é mais suave. Senti meu coração, o peso e a responsabilidade fizeram em sentir como se tivesse cantando em êxtase”, afirma Viviane.
A cantora, que é fã do filme e conta que chora sempre que o assiste, afirma que os fãs podem esperar uma letra bem romântica. “A letra foi uma história que eu criei, observo muito e crio. Conta a história de um amor que não merece levar a culpa por um antigo amor. Está tão linda, tô apaixonada por ela, já ouvi trezentas milhões de vezes”, conta ainda a cantora.