Polícia ouve depoimento de esposa do vereador Gordo do Aurá morto em Belém

20

De acordo com a polícia, o depoimento da esposa do vereador é o mais importante da investigação, pois a mulher estava presente no momento do crime. Ela também foi baleada. Polícia investiga mandante do assassinato do vereador Gordo do Aurá
Sete dias após a morte do vereador Deivite Wener Araújo Galvão, conhecido como Gordo do Aurá, a polícia segue as investigações colhendo provas e depoimentos para tentar identificar os atiradores. Na terça-feira (27), a esposa e a ex esposa da vítima prestaram depoimentos na Divisão de Homicídios. O motorista do aplicativo que fazia o transporte do vereador com a esposa no dia do crime também já depôs.
De acordo com a polícia, o depoimento da esposa do vereador é o mais importante da investigação, pois a mulher estava presente no momento do crime. Ela também foi baleada. A polícia trabalha com quatro hipóteses de motivação do assassinato, entre elas está um possível envolvimento com o tráfico de drogas, motivação política, questões de milícias e facções criminosas.
Segundo o delegado geral, Alberto Teixeira, está sendo considerada a vida pregressa da vítima, já que o vereador já foi preso por envolvimento com criminalidade. Segundo as informações divulgadas no início das investigações, não há indícios de que o vereador estaria sofrendo ameaças.
Crime
Carro que transportava vereador e esposa foi alvejado diversas vezes a luz do dia.
Ascom/PM
O vereador e a esposa chegaram ao PSM Mário Pinotti às 12h50, onde deixaram a filha internada. Às 15h27, o veículo onde estavam o vereador e a mulher saiu e foi seguido a 800 metros do hospital, quando um carro branco parou em um semáforo na av. Pedro Miranda e, ao menos, quatro homens encapuzados se aproximaram para atirar.
Segundo a perícia, o vereador foi atingido com 17 tiros, a maioria no tórax e no abdômen. O carro foi perfurado 39 vezes. O vereador acabou morrendo. A esposa foi transferida para o Hospital Metropolitano onde ela permanece internada em estado estável. O motorista de aplicativo não ficou ferido.