Polícia apresenta acusado de ter matado cinegrafista no bairro do Tapanã, em Belém

10

Gabriel Freitas Ramos foi preso nesta sexta-feira, 1º, em Igarapé-Miri. Haroldo Lameira assessor parlamentar cinegrafista assassinado Pratinha belém
Reprodução/TV Liberal
A Divisão de Homicídios da Polícia Civil apresentou na tarde desta sexta-feira (1º), o preso Gabriel Freitas Ramos, apontado como autor dos disparos que mataram o cinegrafista Francisco Haroldo Lameira do Carmo, em novembro de 2018. O acusado foi preso nesta sexta-feira em Igarapé-Miri, nordeste do Pará.
Na quinta-feira (28), a Polícia cumpriu o mandado de prisão contra Moisés Freitas Ramos, comparsa de Gabriel, também em Igarapé-Miri. Segundo às investigações, Moisés Freitas Ramos era o piloto da moto utilizada no crime, e Gabriel Freitas desferiu os disparos na vítima.
Durante a operação que prendeu Moisés, dois homens acabaram baleados ao reagirem a voz de prisão. Eles acabaram morrendo no hospital. Moisés Freitas Ramos foi transferido para um presídio na região metropolitana de Belém na quinta-feira.