Diário Oficial do Estado encerra versão impressa e passa a ser acessado apenas pela internet

5

A IOE gasta em média 30 toneladas de papel por ano para imprimir o DOE e o Diário da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). IOE encerra versão impressa do Diário Oficial do Estado do Pará.
Fernando Sette / Ascom DOE
A Imprensa Oficial do Estado (IOE) informou que encerrou a versão impressa do Diário Oficial do Estado (DOE) desde a última sexta-feira (1º). A publicação passará a ser veiculada somente em sua versão digital que pode ser acessada pelo site.
A decisão de reduzir custos segue uma tendência mundial, em que os Diários Oficiais já só existem em suas versões online. No Brasil, diversos estados e a União já deixaram de imprimir seus Diários Oficiais.
A IOE gasta em média 30 toneladas de papel por ano para imprimir o DOE e o Diário da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). “A economia, além de financeira, é um alento para o meio ambiente, pois muitas árvores deixarão de ser derrubadas”, aponta Jorge Panzera, presidente da IOE.
História
A IOE do Pará foi fundada em 14 de abril de 1890. No ano seguinte, circulou o primeiro número do Diário Oficial. No final da década de 1990, o Diário Oficial do Estado do Pará ganhou uma versão online, em HTML, sendo o primeiro jornal oficial brasileiro a ter seu conteúdo completo publicado na web, simultaneamente com sua edição impressa.