Bovespa tem leves oscilações, ao redor dos 93 mil pontos

10

Na véspera, o índice subiu 0,22%, a 93.082 pontos. Homem passa por gráfico de cotações na Bovespa, em foto de agosto de 2015.
Paulo Whitaker/Reuters
Após abrir em alta, o principal indicador da bolsa paulista, a B3, passou a oscilar nesta terça-feira (16). O mercado reage ao adiamento da análise da proposta de reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), e monitora a reunião do governo e a Petrobras após intervenção no reajuste do preço do diesel. O viés positivo no exterior compensava o clima de cautela.
Às 10h28, o Ibovespa caía 0,11%, a 93.053 pontos. Veja mais cotações.
Perto do mesmo horário, Vale, Petrobras e Itaú Unibanco, com forte peso no índice, operavam em baixa.
Na véspera, o índice subiu 0,22%, a 93.082 pontos. Na mínima do dia, foi a 92.697 pontos e, na máxima, chegou a 93.722 pontos.
Na segunda, a Comissão de Constituição e Justiça decidiu inverter a pauta e analisar a proposta de emenda à Constituição que aumenta os gastos do governo, a chamada PEC do orçamento, antes da reforma da Previdência.
A reforma era o primeiro item da pauta, mas os partidos do “Centrão” e da oposição articularam o adiamento do debate.
Embora o governo tenha tentado antecipar a votação da Previdência para esta terça (16), até o PSL, do presidente Jair Bolsonaro, votou a favor da inversão da pauta.